DEHLICOM - 20/07/2021 Banner Principal 3309

19º CBQV supera expectativas e promove a integração e o desenvolvimento dos profissionais de qualidade de vida

  • Ícone Facebook Facebook
  • Ícone Twitter Twitter
  • Ícone Linkedin Linkedin
  • Ícone Whatsapp Whatsapp
  • Ícone Email Email

Com programação científica de alto nível e cursos de qualificação, público aprova edição virtual do evento

Com a realização do 19º Congresso Brasileiro de Qualidade de Vida (CBQV), de 17 a 20 de maio de 2021, o primeiro em formato totalmente digital promovido pela Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV), a entidade ratificou o seu compromisso de inspirar vidas com saúde e bem-estar, demonstrando ser capaz de enfrentar os desafios imposto pelas condições sanitárias vigentes e assumir o protagonismo no desenvolvimento e integração de profissionais que atuam em qualidade de vida e influenciar os processos de transformação organizacionais e socias.

Esta é a visão da diretoria da entidade, que comemora o sucesso do evento que teve como tema central “Inovações em qualidade de vida em um mundo VUCA” e obteve mais de 1.200 acessos originados do Brasil, Alemanha, Angola, Cabo Verde, Chile, Estados Unidos, Guiné-Bissau, México, Moçambique, Paraguai e Portugal.

“O balanço foi muito positivo, porque ainda estamos vivendo momentos novos com a necessidade de muita resiliência por parte de todos. As expectativas foram todas superadas e ao nos estimularmos na realização digital do CBQV, ainda que com muitos esforços pelo grupo de gestão da ABQV, superamos os obstáculos da parte operacional e estamos felizes com os resultados e a interação promovida com os profissionais de organizações nacionais e internacionais na difusão do conhecimento sobre a importância de ações de saúde e bem-estar dos trabalhadores nas empresas”, afirmou o presidente da entidade, Eloir Edilson Simm.

A programação da edição 2021 do Congresso foi bem diversificada, com seis conferências, 12 mesas-redondas, cinco simpósios e um seminário promovidos nos dois primeiros dias do evento, o que gerou 30 horas de conteúdo a partir da expertise de cerca de 60 palestrantes nacionais e internacionais, que compartilharam seus conhecimentos e promoveram a troca de experiências com os profissionais atuantes em programas de qualidade de vida, como psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, administradores, profissionais de RH, médicos, enfermeiros, educadores físicos, gestores e demais interessadas no tema, por meio de uma programa científico composto por assuntos do momento, distribuídos em quatro eixos temáticos: inovação, gestão, pontos de atenção em qualidade de vida nas organizações e fatores de proteção à saúde.

“O 19º CBQV foi realizado em um situação particularmente difícil em todo o mundo, em função da pandemia de Covid-19. Neste contexto, o evento trouxe diferentes olhares para que se possa promover a saúde e o bem-estar, principalmente no ambiente de trabalho, com a participação de palestrantes da academia, das empresas e especialistas que trouxeram uma visão plural que enriqueceu o debate”, ressaltou o diretor de Comunicação da ABQV, Alberto Ogata, que enfatizou que a experiência proporcionada pelo ambiente virtual permitiu a participação de congressistas de todo o Brasil e de outros dez países.

“Muitos, talvez, tivessem dificuldades de participar em um evento presencial. Sentimos falta do contato pessoal, da conversa e do encontro, que sempre foi uma característica marcante dos nossos eventos, mas conseguimos, mesmo que digitalmente, o prazer de promover o congraçamento com os participantes do Congresso”, comentou Ogata.

Alta audiência

Para o diretor de Educação e Conhecimento da ABQV, Eduardo Bahia Santiago, o sucesso do 19º CBQV no formato virtual pode ser comprovado pela permanência dos congressistas, como audiência, por longo tempo em todo o programa científico do evento, consolidando a visão de acerto do conteúdo temático e da escolha dos palestrantes.

“Como todos, a ABQV precisou se reinventar diante da pandemia. Vimos o momento como uma oportunidade de ouro para expandir o alcance de nosso propósito voltado para ‘Inspirar vidas com saúde e bem-estar’. De certo modo, já havíamos dados passos neste sentido desde 2018, quando iniciamos as transmissões em tempo real dos tradicionais Encontros Mensais presenciais. Ali estava a semente do sucesso do Congresso realizado agora”, lembrou Santiago.

Ele comentou que para o CBQV virtual a diretoria da entidade se impôs alguns desafios: preservar as relações pessoais, mesmo que a distância; ter momentos lúdicos que contribuíssem para as emoções positivas; estabelecer um conteúdo científico atualizado, com visão de futuro, em nível para todos os públicos de interesse no Congresso; e preservar a relevância do tema qualidade de vida num momento tão ácido da humanidade.

“O resultado global foi muito acima dos mais otimistas. Tudo fluiu com naturalidade, proximidade com os congressistas, decorrendo um conteúdo científico atual e de alta qualidade. Os momentos culturais foram pontos de sucesso, apreciados por todos”, frisou o diretor de Educação.

É oportuno destacar, segundo Santiago, a intensa participação dos congressistas em cada apresentação observada pelas perguntas e comentários enviados em tempo real.

“Podemos concluir que o Congresso cumpriu sua missão de levar a todos conhecimento e experiências de sucesso e fortalecer nossa rede de relacionamento”, reiterou o diretor.

Fato comprovado pelo resultado da pesquisa de satisfação realizada junto aos congressistas. Para 94,67% dos respondentes, o programa científico foi bom ou muito bom, assim como para 92,21% o conteúdo das apresentações estava bom ou muito bom. 97,40% dos participantes que responderam ao questionário disseram que o nível dos palestrantes foi o ponto forte do evento. Para 98,68% os temas abordados serão úteis no trabalho e/ou na formação acadêmica e 90,79% classificaram o 19º CBQV como bom ou muito bom.

“O Congresso foi um grande sucesso, tudo de alto nível. Só há que parabenizar!”

“O evento apresentou possibilidade de reflexões em temas interessantes e necessários, posto o momento que estamos vivenciando, com o adoecimento da saúde mental.”

“O Congresso superou minhas expectativas. Assuntos coerentes e abordados de forma abrangente, porém, objetiva.”

“Parabéns pelo conteúdo! Estava excelente.”

“Gostaria de participar nos próximos congressos.”

Foram algum dos comentários anotados pelos congressistas no formulário da pesquisa ao fim do evento.

“Este ano, como sempre, ficamos felizes com a qualidade do Congresso. Com certeza, temos arestas para trabalhar e já estamos nos atualizando sobre temas relevantes e científicos para agregar conhecimento e atender aos nossos propósitos, não só para a próxima edição do CBQV, mas, também, para as nossas reuniões, site e outros eventos”, explicou Cecília Cibella Shibuya, diretora de Eventos da ABQV.

Atualização profissional

Encerrando a atividades do 19º CBQV, nos dias 19 e 20 de maio, foram realizados quatro cursos on-line de atualização e qualificação profissional. Em 16 horas de conteúdos exclusivos, cerca de 100 participantes do Congresso, que se inscreveram para os treinamentos, tiveram a oportunidade de troca e atualização de experiências e fortalecimento da rede de relacionamento.

Estruturados a partir da identificação de demandas enviadas aos canais de comunicação da ABQV, os cursos atenderam às necessidades dos que atuam ou desejam atuar na área de qualidade de vida, independentemente das graduações específicas de cada participante e do grau de expertise já adquirido.

“A pandemia da Covid-19 lançou um cenário de muitas incertezas para todos. O momento, que já exigia do ambiente corporativo dinamismo em meio a uma realidade cercada de inovação e tecnologia, passou a desafiá-lo também a se reinventar nos cuidados com a saúde e a qualidade de vida. Por isso, cada vez mais, é importante para as organizações reconstruir processos com o propósito de inspirar vidas e bem-estar”, destacou Eduardo Santiago.

Como os cursos complementares ao programa científico foram realizados ao vivo, em tempo real, a interação entre os professores e todos os participantes foi total e o aproveitamento desejado foi obtido, segundo o diretor de Educação e Conhecimento da ABQV.

“Fomos surpreendidos pela adesão dos congressistas aos treinamentos e as avaliações recebidas foram amplamente positivas, recomendando que sejam mantidos e incluídos esses cursos na grade permanente da ABQV, na parceria com a Inlags Academy, e assim faremos”, garantiu Santiago.

Ele informou que a programação de webinars e webaulas seguirão mensalmente como já estabelecida e que a exemplo do primeiro Encontro Lusófono de Qualidade de Vida com os países de língua portuguesa, realizado em fevereiro, um novo evento internacional está sendo programado para outubro.

“Vale a pena acessar o site ABQV e conhecer mais sobre como fazer os cursos com bons descontos”, ressaltou o diretor.

O presidente da entidade ainda salientou que ABQV, que completou 26 anos em abril, muito bem conduzida por dirigentes voluntários, consolidou-se com uma imagem forte e de reconhecimento nacional e internacional, pelos formadores de opinião.

“Estar sempre próximo aos seus clientes e mantenedores é imprescindível, assim como parcerias bem-sucedidas, como com a Inlags Academy e o Centro Universitário São Camilo, e o reconhecimento das empresas pelo Prêmio Nacional de Qualidade de Vida, que chega a sua 24ª edição, e está com as inscrições abertas até o dia 30 de agosto. Essas ações implicam em novos desafios nesse mundo cada vez mais digital e em uma transformação estratégica para a sustentabilidade”, enfatizou Eloir Simm.

Alberto Ogata ainda complementou que a ABQV tem de continuar com a sua missão: “Promover a saúde e o bem-estar no ambiente corporativo, integrando profissionais, estudiosos e lideranças de todo o país neste movimento”, concluiu.

 

 

Últimas Notícias