Dehlicom - 01/09/2022 Banner Principal 368

Cuidar dos trabalhadores é fundamental para as transições e o gerenciamento de crises

  • Ícone Facebook Facebook
  • Ícone Twitter Twitter
  • Ícone Linkedin Linkedin
  • Ícone Whatsapp Whatsapp
  • Ícone Email Email

Juliana Bley estará no Congresso da ABQV e revela a importância de preparar os trabalhadores para os novos processos

A transformação digital e as repercussões da pandemia têm mostrado que toda empreitada para ser bem-sucedida precisa de alto engajamento, resistência dos stakeholders e o fator humano estar no centro desse processo organizacional, isto é, promover a mudança das organizações com os colaboradores, através dessas pessoas.

E como produzir, gerar resultados e evoluir o negócio sem prejudicar a saúde, a segurança e a integridade dos profissionais que atuam na empresa?

É o que vai explicar a psicóloga Juliana Bley, especialista em Metodologias de Aprendizagem, Psicoterapia Sistêmica e Práticas de Diálogo, durante a conferência “O Cuidado com as Pessoas na Gestão de Mudanças, Crises e Transições”, programada para o período da tarde do primeiro dia do 20º Congresso Brasileiro de Qualidade de Vida (CBQV), que a Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV) promove nos dias 4 e 5 de outubro, no formato híbrido, no Instituto de Ensino e Pesquisa Sírio-Libanês, em São Paulo.

“Quando lidamos com processos de mudança, crises e transições, a necessidade do  cuidado fica ainda mais inflamada e urgente, devido às inseguranças, desconforto, medo e as dúvidas que essas ações trazem aos colaboradores. Isso ainda pode ser agravado se não for feita a gestão dessas mudanças e não se considerar os impactos que elas podem causar aos trabalhadores”, explica Juliana.

Ela revela que muitas estatísticas apontam que organizações que cuidam das pessoas enquanto gerenciam mudanças ou enfrentam crises, tem seis vezes mais chance de atingir bons resultados na implantação de novos projetos ou metas.

“Quem sustenta as mudanças e os processos são os profissionais, e se não é trabalhado com eles a consciência da necessidade dessas alterações, esses colaboradores não estarão engajados e tampouco preparados para atuarem nesse novo cenário”, alerta a especialista.

Para tanto é preciso preparar esses trabalhadores com:

·      Treinamento;

·      Capacitação;

·      Informação sobre os novos comportamentos prioritários;

·      Promoção da transformação cultural e de novos processos através da força de trabalho, para que esse trabalhador faça a adesão às mudanças implementadas.

Situação aguda

O mesmo acontece com o gerenciamento de crises, seja de imagem, de reputação, econômica, de mercado, ou pandemia. Segunda Juliana, elas são momentos agudos, que podem ter impacto lento, gradual ou imediato, e que por isso é preciso estar preparado para acompanhar e cuidar das pessoas.

“Tivermos ao longo da pandemia um impacto absurdo na saúde mental dos trabalhadores, em todo mundo. Gestores, líderes, profissionais que tecnicamente poderiam apoiar as empresas nesse momento também entraram em crise emocional, precisaram se afastar, fazer acompanhamento psicológico, psiquiátrico, em função da forma com que a crise na saúde pública causada pelo novo coronavírus estava sendo gerenciada”, conta a psicóloga, que revela que nesses casos é fundamental:

·      Cuidado;

·      Acolhimento;

·      Divisão de responsabilidades; e

·      Respeito às pausas e ao tempo de descanso.

“Nós aprendemos na pele o quanto isso é necessário”, afirma Juliana, que pretende levar ao 20º CBQV. toda sua experiência de mais de 20 anos na prática de apoiar pessoas, grupos, líderes e organizações em promover, gerir e enfrentar mudanças, crises e incertezas com cuidado integral, dignidade, respeito e amor.

“Estou muito honrada em participar dessa festa do cuidado que será o Congresso da ABQV. Um evento que vai trazer muito inputs e agregar conhecimento, promover a troca de experiências e o compartilhamento de soluções que irão alimentar os profissionais que atuam na promoção da qualidade de vida para serem polinizadores de cuidados e promotores de saúde e bem-estar”, celebra Juliana.

Veja quem mais estará no 20º Congresso Brasileiro de Qualidade de Vida acessando o site do evento AQUI. Aproveite e faça sua inscrição. Descontos especiais para associados ABQV e também para estudantes.

Últimas Notícias