LatinMed - 24/01/2023 Banner Principal 424

8 dicas de como diminuir o turnover e aumentar a retenção de talentos na sua empresa

  • Ícone Facebook Facebook
  • Ícone Twitter Twitter
  • Ícone Linkedin Linkedin
  • Ícone Whatsapp Whatsapp
  • Ícone Email Email

Para diminuir o turnover e reter talentos, é preciso identificar as causas das demissões e propor melhorias efetivas na empresa

Quantos funcionários entraram e saíram da sua empresa no último ano? Essa taxa de rotatividade é chamada de turnover e é usada para determinar a quantidade de colaboradores que uma empresa perde durante um período de tempo.

Mas por que isso é importante? Altas taxas de turnover podem indicar problemas de má administração, infraestrutura ou remuneração, por exemplo, o que reflete em muitas demissões ou casos de colaboradores procurando por melhores oportunidades.

Saber mensurar essas informações é essencial para conseguir identificar possíveis problemas na organização e propor melhorias efetivas, voltadas para a qualidade de vida dentro da empresa.

Pensando nisso, preparamos algumas dicas de como diminuir o turnover da sua empresa e ainda reter talentos na organização!

O que significa turnover?

Segundo o Gupy, turnover indica a taxa de rotatividade e diz respeito a quantidade de substituições que uma empresa faz durante um período. Ou seja, quantas funcionários entraram e saíram da organização.

Ainda segundo a empresa de tecnologia para recursos humanos, existem diferentes tipos de turnover. São eles:

  • Turnover Involuntário: são os casos em que a empresa demite o funcionário por um determinado motivo
  • Turnover Voluntário: ocorre quando o colaborador deixa seu emprego por vontade própria
  • Turnover Voluntário Funcional: é o caso em que um colaborador com baixo desempenho pede demissão
  • Turnover Voluntário Disfuncional: casos de desligamento de colaboradores de alto desempenho e difíceis de substituir
  • Turnover Disfuncional Evitável: quando é possível criar estratégias para evitar desligamentos
  • Turnover Disfuncional Inevitável: quando não é possível impedir a saída do funcionário

Quais as principais causas do turnover?

Também existem causas específicas para justificar a demissão ou saída de um funcionário da organização. As mais comuns são: problemas de rotina, ambiente de trabalho hostil, falta de um plano de carreira, gestão ruim, descrição errada da vaga, estresse e ausência de feedbacks.

Também é possível dividir as causas do turnover em quatro grupos:

·Causas controláveis

Como o próprio nome sugere, as causas controláveis são aquelas em que a empresa consegue controlar ou reaver a situação, como questões salariais e falta de recursos para realizar o trabalho.

·Causas semicontroláveis

São as causas que estão relacionadas com o perfil do trabalhador, mas que podem ser solucionadas ou agravadas por meio de ações da empresa, como casos de baixa produtividade ou falta de motivação.

·Causas incontroláveis

Diz respeito a causas que fogem do controle de todos os envolvidos, como acidentes ou mortes.

·Causas externas

São as causas que estão relacionadas com o mercado de trabalho, como melhores oportunidades de emprego, perda do colaborador para a concorrência etc.

Leia mais: Sentimento de pertencimento: entenda sua importância e veja 8 dicas para gestores promoverem o bem-estar dos funcionários

Como diminuir o turnover nas empresas?

Segundo a GPTW, altas taxas de turnover geram custos para a empresa, que acaba tendo que gastar com novos processos de recrutamento e treinamento, além das rescisões de contrato. Por isso, é importante encontrar formas de reduzir a taxa de rotatividade e, consequentemente, reter talentos dentro da organização.

Um dos primeiros passos para diminuir o turnover é avaliar as causas da demissão e propor mudanças e melhorias na cultura da empresa, assim como na atuação do RH. O processo de retenção de talentos começa desde o recrutamento e deve continuar no dia a dia de trabalho.

O que atrai e motiva talentos?

A oferta de um bom salário não é mais o suficiente para garantir a permanência e o engajamento de um colaborador. É preciso se atentar a questões que vão além da empresa e oferecer soluções que melhorem a vida pessoal e profissional do funcionário.

Os benefícios corporativos, por exemplo, podem contribuir com a qualidade de vida do colaborador e ainda influenciar no seu dia a dia no trabalho, como é o caso de ofertas que envolvam planos de saúde, vale alimentação/refeição, auxílio home office, vale combustível, seguro de vida, além dos chamados benefícios flexíveis.

Segundo pesquisa realizada pela Robert Half no começo da pandemia, 77,8% dos entrevistados afirmaram considerar o auxílio médico o benefício mais importante. A pesquisa ainda concluiu que, além da assistência à saúde, o auxílio relacionado aos custos do trabalho remoto também se tornou prioridade para muitos colaboradores.

Mas oferecer bons benefícios não é (e nem pode ser!) a única solução para diminuir o turnover e atrair, além de reter talentos dentro de uma empresa.

Como diminuir o turnover em 8 dicas

1.Conheça as causas do turnover

Pesquisas demissionais podem ajudar a compreender em quais pontos a empresa precisa mudar.

2.Melhore o processo seletivo

Um processo seletivo mais criterioso permite filtrar melhorar os talentos ideais para a organização.

3.Garanta oportunidades de crescimento dentro da empresa

Investir em planos de carreira para que o colaborador possa se desenvolver é uma forma de estimulá-lo a melhorar resultados.

4.Ofereça boas condições de trabalho

Será que sua empresa oferece um ambiente de trabalho confortável, ergonômico e com os equipamentos necessários para que o colaborador realize suas funções?

5.Invista em treinamentos

O treinamento é essencial não só para que o colaborador possa se qualificar profissionalmente, como também para ajudar RH e lideranças desde o processo de contratação até no bom relacionamento com a equipe.

6.Melhore o clima organizacional

Ofereça um ambiente de trabalho inclusivo, diverso, descontraído e que estimule o engajamento do funcionário.

7.Crie uma cultura de feedbacks

Uma boa comunicação melhora a relação de confiança entre empresa e colaborador e ajuda a identificar pontos de melhoria, tanto para a organização quanto para o próprio funcionário.

8.Ofereça benefícios que fazem a diferença na vida do funcionário

Como você já leu por aqui, a oferta de benefícios e soluções voltadas para a qualidade de vida pode influenciar no trabalho do colaborador, que se sente mais valorizado dentro da empresa.

Depois da leitura, você com certeza entendeu a importância de se preocupar com as taxas de rotatividade e, principalmente, de encontrar soluções efetivas de como diminuir o turnover e conseguir reter talentos dentro da organização.

As dicas do texto podem ajudá-lo na missão de promover um ambiente de trabalho agradável e que preza pela qualidade de vida dos funcionários. Mas se você ainda tem dúvidas de como fazer isso, deixe a ABQV te ajudar! Entre em contato conosco clicando aqui.

>REFERÊNCIAS:

https://www.gupy.io/blog/turnover

https://tangerino.com.br/blog/turnover/#Quais-os-tipos-de-turnover

https://gptw.com.br/conteudo/artigos/como-diminuir-o-turnover/

https://www.roberthalf.com.br/blog/gestao-de-talentos/quais-os-beneficios-mais-desejados-pelos-profissionais-pos-covid-19

https://www.gupy.io/blog/retencao-de-talentos

https://blog.solides.com.br/5-dicas-para-reduzir-o-turnover-da-minha-empresa/

https://www.gupy.io/blog/diminuir-o-turnover

Últimas Notícias